Cursos e oficinas

Curso online: Imagem, mídia e desmaterialização na arte contemporânea

O curso aborda a crescente desmaterialização e efemeridade nas artes visuais a partir de meados do século XX, com o advento da performance, arte conceitual, land art, intervenção urbana e outras práticas que privilegiam eventos, ideias e ações em detrimento de objetos físicos. A ênfase do curso são os usos das imagens técnicas (fotografias, filmes, vídeos) em práticas artísticas e curatoriais, além do debate em torno do estatuto das documentações visuais na arte contemporânea.

Professor: Thiago Fernandes
Metodologia: Aulas expositivas e interativas com análises de imagens e textos.
Carga horária: 3 aulas com 2h de duração (total: 6h).
Dias e horários: 11, 18 e 25 de março. Quintas-feiras de18h às 20h.
Investimento: R$ 160,00.

INSCREVA-SE AQUI

Douglas Gordon, 24h Psycho, 1993

PROGRAMA DO CURSO:

Aula 1: Teorias da imagem e o “efeito arquivo” na arte contemporânea

A primeira aula se dedica aos conceitos de imagem, mídia e reprodutibilidade. Serão abordadas as problemáticas introduzidas pelas imagens técnicas nas artes visuais, pontuando eventos que antecedem o fenômeno da desmaterialização da arte.

Aula 2: Imagem, mídia e corpo na performance e na arte conceitual

A segunda aula trata da ideia de desmaterialização da arte, com ênfase na arte conceitual e na performance, e apresenta as possibilidades de documentação visual e sobrevivência do efêmero. Também serão discutidas categorias como fotoperformance, videoperformance, videoarte e as fronteiras entre obra de arte e registro.

Aula 3: Contextos e dobras na arte pública, site-specific e non-site

A última aula aborda os registros visuais e deslocamentos possíveis de intervenções artísticas em espaços urbanos ou em paisagens remotas, além de sua apresentação em espaços institucionais, como museus e galerias. Serão discutidas as noções de site-specific, non-site e o papel da curadoria no trânsito e na recontextualização de interferências artísticas.

INSCREVA-SE AQUI

Estelle Artus, Blind, 2002

Sobre o professor: Thiago Fernandes é doutorando pelo Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais da UFRJ, na linha de pesquisa História e Crítica de Arte, e mestre pelo mesmo programa, onde desenvolveu a dissertação “Entre a (auto)destruição e a sobrevivência da imagem: intervenção urbana, mídia tática e a performatividade do registro do efêmero”. Possui graduação em História da Arte pela UFRJ e em Design Gráfico pela Estácio. É crítico de arte e curador independente. Desenvolve pesquisas em arte contemporânea brasileira, crítica, teoria da imagem, intervenção urbana e estudos expositivos, com ênfase na virada do século XXI.

Principais referências:

AUSLANDER, Philip. A Performatividade na documentação de performances. In: Poiésis, Niterói, v. 20, n. 33, 2019.

BELTING, Hans. Por uma antropologia da imagem. In: Concinnitas, n. 8, 2005.

BELTING, Hans. Imagem, Mídia e Corpo: uma nova abordagem à iconologia. In: Ghrebh, Revista de Comunicação, Cultura e Teoria da Mídia, São Paulo, n. 8, 2006.

BENJAMIN, Walter. Magia e técnica, arte e política. São Paulo: Brasiliense, 1984.

BERGER, John. Modos de ver. Rio de Janeiro: Rocco, 1999.

COSTA, Luiz Cláudio da. A gravidade da imagem: arte e memória na contemporaneidade. Rio de Janeiro: Quartet: FAPERJ, 2014.

FERREIRA, Glória; COTRIM, Cecilia (Org.). Escritos de artistas: anos 60/70. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2006.

FREIRE, Cristina. Arte conceitual. Rio de Janeiro: Zahar, 2006.

FREIRE, Cristina. Poéticas do processo: arte conceitual no museu. São Paulo: Iluminuras, 1999.

GONZAGA, Ricardo Maurício. Entre vidraça e paisagem: o lugar da arte e do mundo depois da fotografia. In: Revista do Colóquio de Arte e Pesquisa do PPGA-UFES, v.3, n. 5, 2013.

KRAUSS, Rosalind. A escultura no campo ampliado. In: Arte & Ensaios, n. 17, 2008.

KWON, Miwon. Um lugar após o outro: anotações sobre site-specificity. In: Arte & Ensaios, Revista da Pós-Graduação em Artes Visuais da Escola de Belas Artes/UFRJ, Rio de Janeiro, n. 17, 2008.

LIPPARD, Lucy; CHANDLER, John. A desmaterialização da arte. In: Arte & Ensaios, n. 25, 2013.

MELIM, Regina. A fotografia como documento primário e performance nas artes visuais. In: Crítica Cultural, n. 2, Santa Catarina, 2008.

MONDZAIN, Marie-José. Imagem, ícone, economia: as fontes bizantinas do imaginário contemporâneo. Rio de Janeiro: Contraponto: Museu de Arte do Rio, 2013.

ZANINI, Walter. Vanguardas, desmaterialização, tecnologias na arte. São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2018.

Imagem de destaque: Luiz Alphonsus, Positivo Negativo, 1970

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s